segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Um pedaço do poema

"E então minha voz ecoou e me responderam cantando
canções fragmentadas e espalhadas nas vozes de quem a tem
ouvindo brandir em mil vozes
Com graça inestimável apressava-se ao tocar o semblante almejado
e ao chegar, era recebida, desaparecia
A bela canção se dissipara, os cantos do universo não mais foram ouvidos
Minha voz então, não mais foi ouvida
Mas fui recompensado com cantos que não existem mais,
mas ainda das mesmas vozes que antes cantavam
Agora em meus ouvidos dormiam."
Lucas.


PS: Foi meu melhor amigo que escreveu para mim. Muito lindo!

2 comentários:

Holie disse...

Ownwww *------*
te amo Samii, vlw por lembrar d mim *---*
bjaummm =***
ass: Lucas

Amanda disse...

Lindo o texto. Parabéns!!
=D