quinta-feira, 1 de abril de 2010

Lágrimas

Elas insistem em descer, principalmente na hora que não deve.
Quando quero mostrar que sou forte, as lágrimas não deixam.
Elas me entregam, me mostra como sou tão frágil.
Que de dura, forte eu não tenho nada.

Lágrimas não param, elas são insuportáveis, são teimosas.
Mostram-me o quanto sou sensível.
Mas não as culpo.
Elas tiram o nó da garganta, aliviam o coração, lavam a minha alma.
Me deixam mais calma, mais relaxada, me deixam bem.

Não tenho vergonha de chorar, não tenho vergonha de mostrar em público.
Isso só prova o quão humana eu sou.

Um comentário:

A Nova Dama de Vermelho disse...

Não me finjo de durona, mas n gosto de chorar em público!
Não sei o pq, mas como os homens foram criados para n chorar, as mulheres foram criadas para ser choronas. Não gosto disso! Mas sei q homens choram e sei tbm q tem mulheres q n choram.
Acho q sou um misto dos dois!
=S